quinta-feira , 24 julho 2014
Capa / Datas Comemorativas / Dia 29 de outubro é o Dia Nacional do Livro
Dia 29 de outubro é o Dia Nacional do Livro

Dia 29 de outubro é o Dia Nacional do Livro

29 de outubro - Dia Nacional do Livro

29 de outubro – Dia Nacional do Livro

Informação, cultura e lazer para os deficientes visuais de todo o Brasil

A leitura é para a pessoa cega, da mesma forma que para qualquer ser humano, o veículo fundamental de desenvolvimento da comunicação. Não se restringe apenas à satisfação da necessidade de ler por prazer ou para obtenção de informação genérica, mas representa fator decisivo para a formação e o desenvolvimento educacional, cultural, técnico e científico.

Constata-se que a maioria das informações oferecidas aos deficientes visuais se dá por através dos meios de comunicação de massa, o que oferece um enfoque informacional de poucas escolhas, além de habilidades nos processos de busca ou pesquisa de informações limitadas.

No Brasil, para atender às necessidades e interesses educacionais e culturais das pessoas com deficiência visual, a Fundação Dorina Nowill para Cegos, uma das pioneiras na criação de obras em braille, também produz livros falados há mais de 30 anos.

Através da Biblioteca Circulante do Livro Falado mais de 1.270 títulos estão disponíveis para empréstimo nos formatos MP3 e digital. O acervo é variado – são clássicos da literatura nacional e estrangeira, obras de leitura obrigatória para vestibulares e os mais recentes best-sellers.

“As obras são enviadas gratuitamente para a casa do deficiente visual com isenção postal. Como é reprodução de uma obra pela lei nº 9.610, não pagamos direitos autorais ao autor, pois o trabalho é voltado exclusivamente para deficientes visuais e não visa fins lucrativos”, comenta Susi Maluf, gerente de distribuição de produtos da instituição.

Em setembro foram mais de 2.494 empréstimos e estiveram entre os livros mais pedidos as obras: Jesus, O maior psicólogo que já existiu, de Mark W. Baker, A cidade do sol, de Khaled Hosseini e A menina que roubava livros, de Markus Zusak.

Em seus dois estúdios, toda segunda-feira, uma equipe de locutores profissionais grava em áudio as matérias publicadas na Revista Veja, incluindo a descrição das fotografias, desenhos e gráficos, necessária para a compreensão dos textos.

Em menos de um dia a revista é produzida e os exemplares são enviados pelo correio, onde são distribuídos gratuitamente para mais de 3.500 pessoas deficientes visuais e organizações que os atendem, nos mais remotos lugares do Brasil. “Ao distribuir semanalmente a Revista Veja Falada a Fundação Dorina assegura a estas pessoas informação atualizada que possivelmente ela não encontraria disponível em outro formato acessível”, comenta a responsável.

Outra curiosidade, é que a instituição também aceita voluntários para lerem as obras. “Temos vários candidatos e fazemos a seleção através de um teste de voz. Depois o voluntário leva a obra para casa, instala um software em seu computador e lê em voz alta”, explica Susi sobre o processo que demora em torno de um mês.

29 de outubro - Dia Nacional do Livro

29 de outubro – Dia Nacional do Livro

Serviço:

Fundação Dorina Nowill para Cegos

www.fundacaodorina.org.br

Biblioteca Circulante do Livro Falado um acervo de mais de 1270 títulos

10 títulos novos todos os meses mais de 17.000 empréstimos de livros em 2008

Informação, cultura e lazer para os deficientes visuais de todo o Brasil

- Empréstimos na Biblioteca Circulante do Livro Falado

E-mail: [email protected]

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos:

Há mais de 63 anos, a instituição trabalha para facilitar a inclusão social de pessoas com deficiência visual, por meio de livros acessíveis e atendimento especializado.

A produção de livros e revistas acessíveis permite às pessoas cegas e com visão subnormal acesso ao mundo do conhecimento e informação. Com uma das maiores imprensas braille do mundo em capacidade produtiva, a Fundação Dorina Nowill produz livros didáticos, best-sellers em braille, obras literárias em áudio e livros acadêmicos e de referência no formato digital acessível.

As obras são distribuídas gratuitamente para pessoas com deficiência visual e para mais de 1.300 escolas, bibliotecas e organizações em todo o Brasil.

Fonte: Comunicação da Fundação Dorina

29 de outubro – Dia Nacional do Livro:

29 de outubro - Dia Nacional do Livro

29 de outubro – Dia Nacional do Livro

O dia 29 de outubro foi escolhido para ser o “Dia Nacional do Livro” por ser a data de aniversário da fundação da Biblioteca Nacional, que nasceu com a transferência da Real Biblioteca portuguesa para o Brasil.

Seu acervo de 60 mil peças, entre livros, manuscritos, mapas, moedas, medalhas, etc., ficava acomodado nas salas do Hospital da Ordem Terceira do Carmo, no Rio de Janeiro.

A biblioteca foi transferida em 29 de outubro de 1810 e essa passou a ser a data oficial de sua fundação.

Períodos editoriais:

No Brasil, ocorreram três fases relacionadas à edição de livros. A primeira começa com a chegada de Dom João VI, em 1808, que imediatamente criou a imprensa régia e conseqüentemente também um público leitor: de início, na Corte, e depois nas províncias.

Um público sedento de obras técnicas (direito, economia, medicina, botânica, filosofia…) e os romances e peças dramáticas, os textos populares etc. As tipografias se multiplicaram por todo o império, espelhando a demanda do mercado. E a partir da metade do século XIX, alguns europeus começaram a se instalar no Brasil e a fundar casas editoras.

A fase posterior ocorreu com a dificuldade de comunicação entre o Brasil e a Europa, no decorrer da (e também logo após a) Primeira Guerra Mundial. Nesse período, a indústria editorial brasileira se firmou, conseguindo se libertar das amarras do mercado europeu. O escritor de “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, Monteiro Lobato, traduz o espírito desse tempo, ao dizer: “um país se faz com homens e livros”.

Já a terceira fase é quando todo o trabalho do filólogo Antônio Houaiss, a partir da década de 60, serve de ponte entre a editoração amadorística e a editoração profissional das casas editoras. A conseqüência lógica são os cursos de editoração gráfica que começam a surgir, nos anos 70, e permanecem até hoje.

E Hoje:

Vivendo na era da informática, nos perguntamos: qual será o futuro do livro na era ditigal? Alguns respondem que as publicações da forma como as conhecemos irão acabar, outros dizem que não, que tanto as edições impressas quanto as eletrônicas vão viver lado a lado, sendo apenas uma questão de escolha do leitor. Ainda é uma questão.

De qualquer forma, não há como negar a existência das editoras e livrarias online. Seus livros podem ser adquiridos – a pedido – no formato tradicional ou, em se tratando de obras de domínio público, como Dom Casmurro, de Machado de Assis, simplesmente serem lidas online, conectado à rede, ou offline, “baixando” o arquivo, para imprimir o livro e ler à hora que desejarmos.

Um avanço e uma comodidade, não? D. João VI, com toda a sua realeza, jamais poderia imaginar algo tão genial.

Pois é a própria internet, com sua comodidade, que nos dá a reposta para nossa pergunta inicial. Ela mesma nos fornece duas opções de leitura: online e offline.

Além do mais, são os próprios donos de editoras online que deixam claro o status que é para um escritor ver seu livro sair da versão online para a versão impressa.

Talvez a questão não seja tanto se o livro impresso vai deixar ou não de existir, mas de que valor será investido daqui a algum tempo. Maior ou menor?

Como cuidar dos livros:

Para quem curte ler, de forma online ou não, e que possui suas obras preferidas (aquelas de que não se desfaz nem morto!) separadas num espaço nobre de sua estante, é bom saber umas dicas de como conservar esses nossos amigos, os livros.

Aqui vão algumas:

  • evite tirar o livro da estante puxando pela borda superior da lombada. Isto danifica a encadernação. A forma correta de pegar é empurrando os volumes laterais, retirando o exemplar desejado pelo meio da lombada;
  • evite folhear livros com as mãos sujas;
  • evite fumar, beber ou comer nas bibliotecas ou mesmo em casa, enquanto lê uma obra;
  • contato permanente com a luz solar faz mal à saúde do livro;
  • evite largar os livros dentro do carro;
  • evite reproduzir livros frágeis ou muito antigos em copiadoras;
  • evite apoiar os cotovelos sobre eles

Fonte: IBGE

Uma dica para quem gosta de ler, e quer encontrar seu livro preferido:

29 de outubro - Dia Nacional do Livro

29 de outubro – Dia Nacional do Livro

Fique por dentro das novidades e lançamentos de Livros acesse www.baixelivros.com lá você irá encontrar muitos livros, de todos os generos e gostos, caso não encontre seu livro o site tem um espaço para pedidos de livros.

Baixe Livros é um espaço para quem busca o compartilhamento de Ebooks Livres de Domínio Público, e informações sobre todos os tipos de livros.

Ler ainda é a melhor maneira de crescer dentro do século da tecnologia.

www.baixelivros.com

Dia 29 de outubro: Dia Nacional do Livro

Dia 29 de outubro: Dia Nacional do Livro

Sobre Mega Buzz

O Mega Buzz nasceu da união dos portais Guia Europeu, Canoinhas.net e Feedback popular. Agora todos estes portais estão juntos em um lugar só, para oferecer a você o melhor conteúdo de lazer, entretenimento, diversão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

inMarket

Google+